Nutrição

De olho na quantidade de açúcar!

Muitas pesquisas já comprovam que o açúcar em excesso, principalmente na infância, é perigoso e pode levar à obesidade, acompanhada de muitos outros problemas, como colesterol, doenças cardíacas e até alterações ortopédicas. Por esse motivo, a American Heart Association (EUA) decidiu reduzir a recomendação de ingestão diária de açúcar durante a infância.

A recomendação de antes era 50 gramas (ou 12 colheres de chá) por dia, e agora o máximo é a metade disso, 25 gramas. E isso vale dos 2 aos 18 anos de idade. O motivo? De acordo com a instituição, existe há associação entre o consumo de açúcar nos alimentos e o risco de desenvolver doenças cardiovasculares ainda na infância. E ainda completa dizendo que o açúcar não deve ser introduzido na alimentação das crianças menores de dois anos de idade.

Leia também  Quais bebidas são ideais para as crianças?

Apesar da recomendação vir de uma instituição americana, por lá, o consumo de açúcar na infância é muito além do recomendado, em média acima de 60 gramas por dia. Os sucos industrializados e as bebidas adoçadas contribuem para isso, afinal, só uma caixinha de suco de 200ml tem cerca de 20 gramas de açúcar, e uma lata de refrigerante, 35 gramas.

Leia também  8 dicas para te ajudar na hora de amamentação

Entretanto, quando se fala de diminuição, não quer dizer retirada total, mas é preciso estar atento à frequência e quantidade do consumo. No Brasil ainda não existe uma recomendação formal, mas médicos discutem uma conduta de orientação sobre as quantidades adequadas do consumo de açúcar na infância.

Fonte: Revista Crescer – Globo