Nutrição

Como amamentar corretamente?

O aleitamento materno é extremamente importante para a saúde e desenvolvimento do bebê. Segundo o Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde (OMS), a amamentação deve ser a única fonte de alimento para o bebê até o sexto mês de vida, podendo ser prolongado até os dois anos de idade ou enquanto mãe e criança quiserem.

Mas nem todas as mães sabem como amamentar corretamente, por isso hoje, aqui no blog, vamos falar sobre esse tema tão relevante e importante para mamães e bebês e que, Vamos lá?

A importância da amamentação

Antes de falarmos como amamentar corretamente, é importante lembrarmos a importância do aleitamento materno para o desenvolvimento da criança. O leite é o primeiro alimento que a criança tem contato. Segundo informações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Unicef, contidas no Ministério da Saúde, cerca de 6 milhões de vidas de crianças estão sendo salvas a cada ano por causa do aumento das taxas de amamentação exclusivas. Além de combater a mortalidade infantil, o leite materno também tem como benefícios:

Proporciona vínculo entre mãe e filho

Reduz as chances de obesidade

Diminui o risco de hipertensão, diabetes e colesterol alto

Diminui o risco de alergias

Evita infecções respiratórias

Evita a diarreia.

Como falamos aqui, o leite materno possui todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento do bebê – e na medida certa, já que o leite da mãe se adapta às necessidades da criança. Confira alguns nutrientes presentes no leite materno:

Gorduras

Carboidratos

Cálcio

Zinco

Fósforo

Magnésio

Cuidados com os seios antes, durante e depois da amamentação

Os cuidados com os seios devem começar antes mesmo de a criança nascer, para prepara-los para a amamentação. Cada mulher é única e, consequentemente, seus seios também. Existem seios de diferentes formatos e tamanhos, e o mesmo acontece com os mamilos. Não hesite em conversar com o seu médico durante o pré-natal e esclareça todas as dúvidas possíveis. Os especialistas recomendam que, ainda durante a gravidez, a mãe exponha os seios ao sol por dez minutos diários, em um lugar reservado da casa. Também é recomendado que evite o uso de hidratantes sobre a região, para tornar a pele mais aderente.

Após o nascimento e o início da amamentação, cuidados como lavar as mamas somente com água são importantes para manter a proteção natural, principalmente na região das auréolas, como diz esse material do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da USP.

Não é incomum que os mamilos rachem durante o período de amamentação. Caso isso aconteça, o leite materno é o remédio ideal para a cicatrização, e basta hidratar as auréolas com eles. Ficar alguns períodos sem sutiã ajuda a arejar a região e o processo de cicatrização.

A alternância entre as mamadas de um seio para o outro e o hábito de massageá-los ajuda a evitar que o leite empedre. Caso a produção de leite seja maior que a que a criança mama, a retirada manual e o armazenamento é uma boa opção e seu médico irá te instruir como fazer isso da maneira adequada.

Como amamentar corretamente nos primeiros dias?

A primeira mamada, ainda na sala de parto, é a responsável por criar o vínculo entre mãe e filho, além de prevenir a mastite (infecção da mama) e auxiliar o útero a diminuir de tamanho após o parto. É um processo de descobertas, tanto para a mãe, quanto para a criança. Entender e se adaptar são as palavras de ordem para a amamentação nos primeiros dias.

Posição correta na hora de amamentar

A posição correta para amamentar pode variar de mulher para mulher e suas preferências. Antes de colocar o bebê no peito, a mãe deve adotar uma posição confortável e o ambiente deve estar calmo, preferencialmente sem ruídos. Independente de qual posição que a mãe adote, seja sentada, deitada ou até mesmo em pé, o bebê deve estar com o corpo virado para ela, com o nariz e a boca na altura da mama.

Coisas para observar durante a mamada

Após o início da mamada, algumas coisas podem ser observadas para saber se tudo está correndo bem, como:

A barriga do bebê deve estar em contato com a barriga da mãe

A boca do bebê deve estar bem aberta, pegando parcial ou totalmente a auréola do seio, e não somente o bico.

Se o bebê está calmo e é possível ouvir o barulho dele engolindo o leite

Esses pontos de atenção facilitam para que o bebê tenha uma boa “pegada”, o que garante ingestão adequada do leite.

A posição correta também impede que o bebê engula ar durante a mamada, o que pode causar gases e cólicas. Por isso é importante que haja uma vedação completa, o que facilita no processo, como se fosse uma seringa. O auxílio da mãe, pressionando delicadamente a auréola, facilita na saída do leite.

Agosto Dourado – Mês de Incentivo à Amamentação

Agosto é o mês de estímulo e valorização de ações em apoio à amamentação e a cor dourada está ligada ao padrão de ouro de qualidade do leite materno.

A Semana Mundial do Aleitamento Materno acontece entre 1 e 7 de agosto. Este ano, a Aliança Mundial para Ação do Aleitamento Materno (WABA em inglês) definiu como tema da SMAM “#WABA2020 Support breastfeeding for a healthier planet” em tradução livre: apoiar a amamentação para um planeta mais saudável.

Amamentar não gera resíduos para o planeta e nos faz refletir sobre o tanto de lixo que produzimos.

Mesmo diante da pandemia, a Organização das Nações Unidas (ONU) recomenda que a amamentação não deve ser paralisada. Caso a mãe esteja infectada com COVID-19, é importante que utilize máscara enquanto amamenta, bem como limpe todas as superfícies que tocar e lavar bem as mãos.

Gostou desse conteúdo? Leia mais no blog É Coisa de Menino.

 

VV-00857