Educação

Educação financeira para as crianças

A educação financeira deve começar em casa, mas vai além de apenas dizer “não” aos pedidos dos filhos sem explicar os porquês. A criança deve entender o valor das coisas, mesmo que seja de forma lúdica, para que ela consiga assimilar as informações.

A DSOP Educação Financeira indica algumas maneiras de lidar com a questão com as crianças:

1. Incentive seus filhos a doar roupas e brinquedos que não são mais utilizados, para que eles aprendam a pensar em outras crianças. Assim eles tendem a se tornar mais sensíveis às necessidades das outras pessoas;

2. A mesada pode ser uma boa tática. Seja a tradicional, a mesada de troca (quando a criança troca por algo que deseja) ou a mesada social (onde o “prêmio” é um passeio com a família e os amigos), é uma forma da criança adquirir hábitos de consumo mais saudáveis;

3. Incentivar os sonhos, que sejam estabelecidos em períodos de curto, médio e longo prazo. Isso ajuda com que as crianças poupem dinheiro e aprendam a conquistar objetivos de forma gradual.

4. Ensinar as crianças a diferenciar desejos de necessidades é uma forma de ajuda-las a reconhecer que dinheiro é algo difícil, e deve ser valorizado e usar de forma consciente.

5. É importante dar o exemplo, pois as crianças aprendem vendo as atitudes dos pais. É preciso, portanto, lidar com as finanças de forma consciente e sustentável, tendo um planejamento que priorize a realização dos sonhos dos integrantes da família.

Fonte: Pais e Filhos