Comportamento

Mês das Mães

Para mim, ser mãe é a maior realização da minha vida! Sempre foi um SONHO. Desde criança, quando me perguntavam o que eu gostaria de ser quando crescesse, a minha única certeza era de que seria mãe!

Então, vocês podem imaginar como eu cresci com muitas expectativas da mãe que seria quando tivesse filhos! E, cá entre nós, eu era uma ótima mãe… Até ter filhos. Pois é, ter filhos que idealizamos quando somos apenas filhas é uma coisa, mas ter filhos reais, sentir na própria pele a responsabilidade de educar e criar um filho para o mundo é completamente diferente!

Deixa eu me explicar melhor. Sempre achei que meus filhos me obedeceriam na primeira vez que pedisse algo, que comeriam muitos legumes e verduras, já que eu amo, e também achava que eles jamais se jogariam no chão quando eu não fizesse a vontade deles no supermercado. A verdade é que, muitas vezes, preciso pedir mil vezes até que me obedeçam, eles não amam salada como eu, a hora da refeição é tensa e já se jogaram no chão quando não comprei bolacha recheada no supermercado. Mas foi assim que aprendi que sou mãe de
crianças reais, que estão aprendendo a ser filhos e não são robôs!

As crianças precisam de MUITO AMOR isso é fato – e aposto que você que está lendo este texto tem de sobra – mas não é só isso. Precisam de limites para aprender o que pode e o que não pode, precisam aprender a respeitar os outros e também a si mesmos, precisam aprender que são capazes de tudo que desejarem, caso se empenhem para isso. Precisam também de presença muito mais do que presentes e nós, como mães, somos um grande exemplo para eles. Elas estão sempre observando nossas atitudes, muito mais do que escutando nossos conselhos, nunca se esqueça disso e seja o adulto que você quer que seu filho se torne!

Ser mãe é gerar a vida, seja na barriga ou no coração! Mas ser mãe é muito mais do que isso, ser mãe é dar a vida pelos filhos! Ser mãe é abrir mão de tudo, ou quase tudo, e, ao mesmo tempo, querer conquistar o mundo por eles! Ser mãe é doação, é dar o que pode, e muitas vezes o que não pode, desejando o melhor para o filho!

Ser mãe é dizer não, mesmo querendo dizer sim, e o contrário também! Ser mãe é errar querendo acertar e aprender depois de tanto errar! Ser mãe é razão, mas é instinto, é ouvir o coração que, cá entre nós,
muitas vezes sabe mais do que a razão!

Ser mãe é ser a primeira a acordar e a última a dormir, ser mãe é não dormir quando o filho está doente, ser mãe é dar a vida pelos filhos, sem esperar nada em troca, e sem receber nenhum pagamento financeiro por isso, até porque as coisas boas da vida não tem preço que pague… Coisas como um sorriso do filho, um abraço apertado e um “EU TE AMO, MAMÃE”!

Nesse dia tão especial que é o Dia das Mães, eu desejo apenas uma noite inteira de sono, um banho demorado e um almoço sem interrupções! Ops, talvez seja mais fácil um café na cama e um presentinho mesmo, não é mesmo?! Porque uma noite de sono, dependendo da idade do seu filho, não será possível! Mas, posso garantir que tudo passa, até o cansaço, que um dia a gente dorme a noite inteira novamente e nem demora tanto assim. Tudo passa e tudo vai dar certo!

Um beijo enorme
Angi Simon