Deprecated (16384): Validation::notEmpty() is deprecated. Use Validation::notBlank() instead. [CORE/Cake/Utility/Validation.php, line 60]
Deprecated (16384): Validation::notEmpty() is deprecated. Use Validation::notBlank() instead. [CORE/Cake/Utility/Validation.php, line 60]
A importância da figura paterna no desenvolvimento dos meninos! - É Coisa de Menino - Apsen Farmacêutica

A importância da figura paterna no desenvolvimento dos meninos!

Mês dos pais!

A importância da figura paterna no desenvolvimento dos meninos!


Quando nasce um bebê, nasce também o pai! E com o meu marido foi exatamente assim. Durante a gravidez, ele até se envolveu nas consultas médicas, participou do Chá de Fraldas, mesmo sendo apenas para mulheres, fizemos fotos de gestante (mesmo não sendo algo que ele goste de fazer)... Mas a ficha só “caiu” mesmo quando o Antônio nasceu, pois tudo mudou.

Para ele, ser pai é uma baita responsabilidade, é deixar o “egoísmo” de lado, deixar de pensar em si em primeiro lugar, de fazer o que tiver vontade e passar a dar prioridade para o filho e as necessidades. É, muitas vezes, abrir mão de programas que gostaria de fazer comigo, ou com amigos, pois tem que cuidar do(s) filho(s), tem que fazer feijão para o almoço do dia seguinte, ou mesmo realizar as tarefas da casa.

O pai é o exemplo para os filhos, independentemente do sexo, é quem eles querem ser quando crescerem! Por isso, quanto maior a participação na vida da(s) criança(s), melhor!

Antigamente, os pais não eram tão presentes nas atividades diárias com os filhos. O meu pai sempre foi um exemplo de caráter, profissionalismo, pessoa do bem, sempre estava disposto a ajudar quem precisasse, se envolvia em trabalhos sociais e com ele aprendi muito, sou eternamente grata. Mas, muitas vezes, sentia falta dele tão presente como minha mãe era, nos momentos mais simples como me colocar para dormir, até mesmo nas funções da casa, como cozinhar o almoço de domingo. Meu pai não cozinhava, mas hoje em dia ele cozinha - e muito bem, faz uma torta de abobrinha que todos amam.

Isso mudou muito na nossa geração. O meu marido é super participativo, até porque escolhemos ter família grande, então todos tem que pegar junto para que dê certo. A gente divide todas as tarefas, desde as refeições até a limpeza do banheiro e da cozinha. Tenho certeza de que os meninos serão iguais a ele, dividirão as tarefas com suas companheiras, pois é o exemplo que têm em casa, sabem que não tem diferença ser mãe ou ser pai, que as responsabilidades são as mesmas para todos que moram na casa.

Como sou mãe de 3 meninos, muitas pessoas me falam que o(s) filho(s) menino(s) são mais da mãe e que a(s) filha(s) menina(s) são mais do pai. Posso garantir que isso não tem nada a ver! Aqui em casa, os guris se dão super bem com o pai, mesmo com personalidades diferentes, todos têm gostos em comum e esse vínculo entre pai e filho terá resultado não apenas na infância, mas quando se tornarem adultos.

Ser pai é uma missão de guiar os filhos para que façam suas escolhas da melhor forma. Mas, guiar com amor e cuidado para que saibam que cada escolha tem uma consequência e que eles terão que lidar com elas!

Ser pai é ser presente. Não precisa trabalhar em casa ou abrir mão de trabalho, mas, sempre que estiver com seu(s) filho(s), se entregar de corpo e alma ao momento. Desligue seu celular, ouça seu filho, brinque e sempre o incentive a sonhar! Ser pai é brincar muitoooo, é criar memórias que jamais serão esquecidas. Mas, muito mais do que isso, é promover segurança, autoestima e estabilidade emocional! Não é fácil, é uma tarefa diária, mas quando feita com amor, união e propósito, fica menos difícil.

Neste Dia dos Pais, desejo um dia especial para meu maridão e todos os pais que sabem que são muito importantes e fazem a diferença na vida do(s) seu(s) filho(s)! Quero deixar bem claro que as mães precisam de apoio, de pais participativos, de companheirismo na missão de educar as crianças. Juntos somos mais fortes, juntos tudo fica mais leve! Vamos juntos?

Beijos,
Angi

Enquete

Você sabia que é possível tratar a fimose sem cirurgia?

Sim
Não

NOSSO FACEBOOK!

Assine a nossa newsletter e receba novidades exclusivas!

  1.   Sou mamãe
      Sou profissional da saúde